"É impossível viver só... Sorrindo"

sábado, 20 de março de 2010

Liberdade



Tenho a impressão que passei grande parte da minha vida sendo escrava de alguma coisa. Por isso não entendo bem o significado dessa palavra. Desde sempre lutei para que ela fosse o meu tesouro mais importante.

E já não sou mais aquela que sonhava ser alguma coisa...eu simplesmente sou. E para mim liberdade vem junto com felicidade.

Aí volto a pensar: será que as pessoas são felizes?

Não sei. Parece que todo mundo é infeliz. Parece que estão sempre ocupados: trabalhando até tarde, cuidando dos filhos, do marido, da carreira, do diploma, do que fazer amanhã, o que é preciso ter para não se sentir inferior, etc. Enfim, poucas são as pessoas que dizem: "sou infeliz". A maioria diz: "estou ótimo, tenho tudo que desejava". Então pergunto: "o que te faz feliz?". Resposta: "tenho tudo que alguém podia sonhar- família, casa, trabalho, saúde". Pergunto: "já pensou se isso é tudo na vida?". Resposta: "sim!".

Insisto: "então o sentido da vida é trabalho, família, filhos que vão crescer e nos deixar, maridos que se transformarão mais em amigos que em verdadeiros amante apaixonados". E o trabalho vai terminar.

E o que fazer quando isso acontecer?

Resposta: não há resposta.

"Pode crescer até a metade, mas não crescerá tudo que pretende. Em um dado momento, a vida começa a declinar, você chegou a metade e não chegou até o fim, está meio contente e meio triste, não é nem um homem frustrado, nem um homem realizado. Não é frio nem quente. É morno. E como dizem: coisas mornas não afetam o paladar."

6 comentários:

  1. pois é ....a vida no sec. 21 é uma loucura, os valores mudaram, a correria do dia-a-dia, enfim...e as pessoas acham que simplesmente encontrarão a felicidade num diploma, num trabalho, eu quero dizer q elas poderão ter tudo o que querem, mas se não houver Deus... a felicidade será sem fundamento, sem veracidade...
    bjos

    ResponderExcluir
  2. E agora os estudiosos da Psicologia já postularam a "síndrome do século 21". Entre outras coisas, o sujeito que tem essa síndrome é nervoso, impaciente, ansioso, não consegue se desligar do trabalho nem da internet.

    Realmente, está cada vez mais difícil encontrar sentido para a vida. Quanto mais achamos que temos tudo sob controle, mais percebemos que não temos nada.

    Eu mesmo vivo para trabalhar, estudar, cuidar da minha esposa e meu filho, e de vez em quando cuidar de mim mesmo. Mas graças a Deus posso dizer que sou feliz.

    Abraço, visita-me se puderes.

    ResponderExcluir
  3. Esse é o mal do século mesmo, corremos tanto, sem ao menos saber por que e pra que! E nisso a vida vai passando e fica sempre a sensação de arrependimento: devia ter feito isso, não devia ter dito aquilo! Somos escravos dos nossos pensamentos e das nossas emoções! Temos que viver e fazer as coisas por nós mesmos, sem se apegar, pois nada é para sempre!

    ResponderExcluir
  4. blog com scripts bacanas, tive algumas idéias, parabéns, bjs linda♥ e visita o meu xau

    ResponderExcluir
  5. Ótimo texto, nos faz refletir muito!
    Parabéns pelo blog!!

    http://ameninadolacodefita.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Não há resposta porque não há perguntas. O mundo tem de ser isso mesmo...

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir

Tradutor